Feeds:
Posts
Comentários

Archive for abril \19\UTC 2016

Companheirismo é o que dá passagem para o amor passar.

“Na alegria e na tristeza, na saúde e na doença”. Isso não deveria valer só para casamentos! E no meu relacionamento, isso vale!

Estar junto de alguém é uma tarefa difícil, ainda mais quando optamos por estar acima de todas as condições: saúde, doença, alegria, tristeza, riqueza, pobreza, e por aí vai… ser companheiro de alguém requer muito mais do que assistir filmes e programas de TV juntos ou ir às compras. É algo que deve ser incondicional quando duas pessoas decidem assumir um compromisso. E é aí que o companheirismo é colocado à prova: quando os dias vão passando e os problemas vão aparecendo.

Muitas vezes esquecemos desse “acordo” que fizemos inconscientemente, e achamos que é obrigação do outro estar ao nosso lado sempre, sob qualquer coisa. Bem, não é tão fácil assim. Estar ao lado de uma pessoa é muito difícil, ainda mais quando amamos aquela pessoa. Errar é humano e faz parte da vida de todos. Alguns erros inconscientes, outros conscientes, não importa. O que mais importa é o apoio que você terá, e que realmente espera, da pessoa amada.

É quase como se quiséssemos colocar à prova esse “amor”, mas que não é amor, é companheirismo!

Minha namorada e eu, por exemplo, estamos juntos há 1 ano e 8 meses, e nesse período já passamos por muitas dificuldades, enfrentamos situações como perdas de emprego, morte na família, brigas, desconfianças e tantos outros fatores, mas sempre paramos, conversamos, e vemos o que há de mais especial entre a gente. Nesses momentos, nunca nos faltou companheirismo e apoio mútuo. E como fica mais fácil superar qualquer coisa quando a gente tem com quem contar, não é?

Nunca fui o melhor namorado do mundo pra ninguém, e não sou para ela também. Ela que é a melhor parte de mim! As vezes não consigo dar toda a atenção que ela merece, todo o carinho e cuidado que ela necessita, toda a segurança que ela espera… Nem sempre eu a elogio, ou coloco fotos nossas nas redes sociais. [mas quem precisa disso?]

Quem dera eu fosse o Superman com poderes sobre-humanos para ser forte e estar ao lado dela, sendo seu porto seguro, seu ombro amigo. Eu apenas tento ser companheiro, estar junto, e nem sempre consigo. Por vezes olho pra trás e vejo quantos erros cometi na minha vida, e quero consertar todos esses erros. Não quero voltar ao passado! A vida é de agora em diante, sempre! Quero ser e fazer diferente, com quem e para quem quer e merece meu carinho, meu cuidado, meu amor! Este alguém é a minha namorada, que está do meu lado, mesmo quando estou um saco, e não mereço toda a atenção que ela me dá.

Quero ser melhor do que já fui, quero estar do lado dela em todos os momentos. Quero concretizar meus sonhos, meus planos do seu lado. Quero o mais rápido possível, porque não dá para viver longe dela nem mesmo por uma hora. Somos amigos, somos companheiros, somos amantes, somos duas pessoas que se querem bem!

E aproveitando o clima de votação, esses são meus votos:

Por mais amor, eu voto SIM;
Por mais companheirismo, eu voto SIM;
Pelas vezes que brigamos e fazemos as pazes, eu voto SIM;
Pelo modo como nos olhamos no fundo dos olhos, eu voto SIM;
Pelos abraços apertados e cafunés, eu voto SIM;
Por novas experiências, eu voto SIM;
Por mais viagens a dois, eu voto SIM;
Para uma vida plena e feliz, eu voto SIM;
Por toda a eternidade pra nós dois, lado a lado, eu voto SIM;

Amo você KB!

Anúncios

Read Full Post »

Eu voto SIM!

12990908_995922020489049_7563878467404066957_nComo dizia o grande Cazuza: “A tua piscina ta cheia de ratos, tuas ideias não correspondem aos fatos”. Ainda não entendi o por que as pessoas acham que a saída da presidente vai mudar alguma coisa? É sério? Acho uma afronta à minha inteligência!

Vamos tomar como exemplo os principais e mais desenvolvidos países da Europa: por que há um presidente, se quem “manda” no país é o Primeiro Ministro? Aqui no Terceiro Mundo funciona da mesma forma. Há uma Câmara de Deputados com 513 parlamentares, há o Senado Federal, também com suas dezenas de políticos, há o STF… tudo isso está acima da presidência! São essas pessoas que fazem as leis, que abusam nos valores dos impostos, e também são elas que decidem até mesmo quem ocupado o cargo de presidente.

Hoje foi a votação do Impeachement da presidente Dilma Rousseff, totalizando 367 prós, 137 contras, 7 abstenções e 2 ausências. Agora o veredicto será do Senado, para ver se a presidente realmente sai ou não do cargo.

O que mais me irritou nessas últimas horas foram os discursos e fundamentações de cada deputado. HIPOCRISIA da mais alta estirpe. Show de horror, como diz meu tio. Hoje vimos mais um capítulo triste na história do país e da República. Vimos sobretudo a briga entre SITUAÇÃO x OPOSIÇÃO. Dois partidos e seus aliados que não estão preocupados com o futuro do país, mas sim com o cargo que será ocupado, simplesmente para dizer: “Eu sou o presidente do Brasil e meu partido é tal”.

É ridículo! Essa não é uma briga entre partidos políticos, até porque, todos tem a mesma visão. Todos tomam café juntos, então nos mesmos jantares e círculos sociais. Foi um golpe de estado SIM, da atual presidente pela negligência em acobertar companheiros em seus crimes fiscais, e foi golpe da Câmara dos Deputados em provocar esse Impeachement sem provas concretas, apenas indícios. Se há provas, por que precisam do Impeachement, em vez da cadeia? NINGUÉM ESTÁ ACIMA DA LEI.

É uma sucessão de erros, abusos, trâmites ilegais, pedaladas, crimes, burlamentos de lei… realmente, esta piscina está cheia de ratos.

Somos o país com mais políticos do mundo! E que ganham juntos, muito mais que a soma da população! E ganham às nossas custas (ahhh, e não estou contando seus assessores parlamentares, que também recebem seus salários às nossas custas, e muitas vezes, sem nem precisarem trabalhar).

Em muitos países do primeiro mundo os governantes não recebem nada, exceto uma cesta básica, para ocuparem o cargo político. Não há privilégios. Não há nada além da honra de representar o país. E em muitos países, sobretudo orientais, o político corrupto, que rouba a nação, é condenado à morte! É realmente uma pena que certas coisas não acontecem no Brasil, e é por isso que, infelizmente, nunca seremos um país do “primeiro mundo”. Jamais saberemos o que é tecnologia de ponta. Jamais saberemos o que é ter segurança pública. Jamais poderemos ter casas sem portões e cadeados. Jamais poderemos ficar até tarde na rua conversando com vizinhos. NUNCA teremos uma sociedade capaz de cobrar seus direitos.

A culpa do país estar assim, nessa crise, não é de uma pessoa só, ocupando o cargo de presidente. A culpa é do cara que rouba o troco do ônibus ou da padaria. A culpa é do cara que fura pedágios. A culpa é do pai de família que burla o Imposto de Renda afim de obter descontos. A culpa é da mãe que protege um filho mesmo sem ele ter razão. A culpa é do aluno que rouba uma caneta diferente do colega na sala de aula. Não dá para não pensar que “UM PAÍS SÓ PODE SER REFLEXO DO SEU POVO”.

Em alguns países não há catraca nas estações de metrô, sabem por quê? As pessoas pagam e entram. E não há ninguém supervisionando. Elas alegam o único e simples fato de que não há motivos para não pagarem ou furarem as catracas. As pessoas entram em filas no metrô somente depois de todos desembarcarem. Isso é civilidade, isso é exemplo, isso é utopia para o Brasil!

Por isso, a votação correta não é contra a Dilma, contra o PT, ou sei lá o quê. A votação é a favor de um Brasil sem corrupção, por políticos que deem o exemplo. Por isso eu voto SIM.

Por uma saúde adequada a todos que necessitam, eu voto SIM;
Por uma educação de primeiro mundo, eu voto SIM;
Pelo respeito dos alunos para/com os professores, eu voto SIM;
Pela redução dos impostos, eu voto SIM;
Pela autorização e produção da cura para o câncer, eu voto SIM;
Por menos quantidade e maior qualidade de políticos, eu voto SIM;
Pela redução de partidos políticos, eu voto SIM;
Pelo fim do voto obrigatório, eu voto SIM;
Pela ética da população nas coisas mais simples, eu voto SIM;
Pelo respeito ao próximo, independente de qualquer coisa, eu voto SIM;
Pelo fim dos crimes de racismo, intolerância religiosa e homofobia, eu voto SIM;
Por mais oportunidades de emprego e melhores condições de trabalho, eu voto SIM;
Pela condição de fazer uma compra descente no mercado sem deixar um rim como pagamento, eu voto SIM;
Pela maior produção e uso de nossos produtos, nativos, fruto de nossa terra, eu voto SIM;
Pela criação de mais programas sociais, mas com seriedade e critérios para usufruto desses benefícios, eu voto SIM;
Pelo fim da manipulação das mídias ao povo brasileiro, eu voto SIM;
Pelo incentivo ao trabalho, eu voto SIM;
Pelo aumento do salário mínimo, eu voto SIM;
Pela redução do salário dos presidiários, eu voto SIM;
Pela liberdade de expressão, eu voto SIM;
Pela aceitação da opinião e opção do próximo, seja ela de que teor for, eu voto SIM;

Por uma reforma política, eu voto SIM;
Por um Brasil próspero e independente, eu voto SIM;
E finalmente, para tudo que agregue valores e unifique nossa nação, EU VOTO SIM.

E se não puder ser assim, para que tudo vá para a Puta Que Pariu, EU VOTO SIM!

13051698_742973539172385_8444205708960845151_n

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: